domingo, 7 de novembro de 2010

primeira tentativa de título... (Parte 11)

Parte 11

Chaux, é esse o nome.
A musa disse Chaux.
Lembro-me nitidamente.
Elas riam, se acariciavam e diziam chaux.
Isso poderia ser qualquer coisa. Qualquer coisa.

Meus pés estão sangrando novamente, mas não doem.

Continuo estranhando o meu corpo.

A casa está vazia e vejo a neve caindo pela janela. Tive a impressão de que ontem não nevava, mas já não sei o que significa ontem e hoje. Amanhã talvez... talvez...
A noite parece nunca chegar aqui. É sempre tudo tão luminoso e tão branco. Estou em um tempo fora de um tempo. Num dia fora do tempo.

Em suspensão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário